Como fazer
Carne de porco faz bem à saúde ? Carne suína faz bem ao Colesterol ? Tudo sobre carne de porco



Anuncie Neste Site
CARNE DE PORCO:

Carne de Porco



O brasileiro consome cerca de 12 quilos de carne suína por ano, contra 36 quilos de carne bovina.

A carne suína possui maior quantidade de gorduras "boas", chamadas de insaturadas do que gorduras "ruins", conhecidas como saturadas. A gordura de porco tem cerca de 65% de insaturadas, contra 35% das saturadas. O que é considerado um boa característica.
O alimento também é rico em ácido linoleico, que neutraliza de forma eficaz os efeitos negativos do ácido palmítico, que é uma gordura saturada.


É uma excelente fonte de vitamina do complexo B, principalmente de tiamina (B1), riboflavina (B2) e cobalamina (B12), pobre em carboidratos, 70% da carne de porco esta situada abaixo da pele (toucinho) e apenas 20 a 22% da gordura esta situada entre os músculos, dando sabor e maciez a carne.

A carne de porco também se destaca pelo seu conteúdo de cálcio, fósforo, magnésio, selênio e principalmente potássio, que tem importante função da normalidade da pressão sanguinea. O ferro contido na carne de porco é biodisponível e rapidamente assimilado pelo organismo.

Apesar de frequentemente ser referida pelas pessoas que a carne de porco é causadora de sintomas alérgicos, as alergias são raramente causadas pela carne suína.
Quanto a calorias, uma porção de 100 gramas de carne crua de lombo tem 136 Kcal, o pernil 222 Kcal, a costela 282 Kcal e quanto à gordura, a carne de porco tem pouca quantidade de ácios graxos saturados e colesterol comparado à carne bovina.
É importante saber que a quantidade de colesterol não está diretamente relacionada à quantidade de gordura. Um exemplo claro disso é o camarão, que apesar de ter menos gordura do que o suíno, apresenta taxas maiores de colesterol - de 97 a 164 mg/100g, enquanto a carne suína tem entre 56 e 97 mg/100g de colesterol.
Vale lembrar que o importante é saber a procedência do porco e que o método de preparo não seja pelo excesso da fritura, não devendo abusar do torresmo.


Não só a carne de porco, mas carne bovina, inclusive frutas e verduras mal lavadas podem transmitir parasitas: toxoplasmose e teníase – causadora da cisticercose, por isso deve-se cozinhar bem a carne.

O nível de colesterol contido na carne de porco é semelhante às outras carnes (bovinos e aves) e está perfeitamente adequado às exigências do consumidor.
É importante saber que a quantidade de colesterol não está diretamente relacionada à quantidade de gordura, portanto, dizer que a carne de porco é muito gorda, de difícil digestão e faz mal ao colesterol não passa de um mito.


Você pode acrescentar carne suína magra em sua mesa semanalmente, acompanhado do colorido de verduras e legumes, vale acrescentar que o limão não tira a gordura da carne nem melhora o processo de digestão como é dito por aí, é sim outra ótima fonte de vitaminas.

Observação:Desde 1980, a carne de porco perdeu 31% do seu nível de gordura, 14% de calorias e 10% de colesterol. Essas mudanças se devem aos avanços da genética, através do cruzamento e seleção de animais.
O percentual de carne magra era de 50% antes da década de 80. Atualmente, a carne magra representa de 58% a 62%.

Talvez você se interesse por: Como emagrecer

Faça um turismo em Extrema MG - Confira Hotéis em Extrema - Imobiliárias em Extrema

Subir


CONHEÇA EXTREMA EM MINAS GERAIS  Confira!  www.extremaonline.com